Entrar


Checklist para montar seu consultório particular de terapia complementar (Dicas para 2020)

Estúdio de Ioga

Começar o projeto de uma clínica particular em terapia holística e complementar pode ser emocionante.

Essa é a oportunidade perfeita de ajudar pessoas à sua maneira, pesquisar e experimentar novas técnicas terapêuticas e estruturar seu próprio negócio, com horários que respeitam seu estilo de vida.

Mas um consultório é um negócio e você vai precisar de ajuda e de muito estudo para evitar dor-de-cabeça.

Abrindo o seu próprio consultório: avalie o tamanho da tarefa

Trabalhar para si mesmo pode parecer um sonho tornado realidade, especialmente se você já gosta de ser terapeuta.

Mas a prática privada exige uma dose considerável de perspicácia nos negócios e acrescenta inúmeras novas responsabilidades à sua vida diária.

Por isso, converse com outros terapeutas que trabalham em seus próprios consultórios e avalie o seguinte:

  • As despesas de um consultório particular podem ser rudes. Cuidado não apenas com as contas de todos os dias, mas também com os impostos.
  • Pense no futuro, na sua aposentadoria e no seu plano de saúde.
  • Se você tiver funcionários, precisará pagar impostos sobre a folha de pagamento, oferecer benefícios e fornecer um salário competitivo.
  • Coloque o aluguel, o telefone, a internet e outros custos na ponta do lápis.
  • Você está pronto para gerenciar seu próprio tempo? Em um consultório particular, ninguém mais lhe diz o que fazer. Você precisará gerenciar seu próprio tempo, o que pode ser uma bênção e uma maldição. O gerenciamento de tempo e as habilidades de organização, bem como a motivação significativa, são fundamentais aqui.
  • Cuidado com a burocracia: esteja pronto para lidar com a papelada sem fim. Você precisará garantir a conformidade com as leis estaduais, locais e federais, fornecer aos seus clientes os formulários corretos e manter registros dos tratamento.

Entenda quais são suas obrigações legais

Todo Estado e município tem seus próprios regulamentos sobre ali empresas instaladas. Consulte um advogado e um contador para entender quais são as regras do local onde você planeja abrir seu consultório. O cuidado deve ser redobrado se você estive planejando abrir em um local diferente de onde vive hoje.

  • Procure informações sobre leis estaduais e locais de zoneamento que podem limitar onde você pode praticar.
  • Verifique se você precisa ou não de uma licença para praticar um determinado tipo de terapia. Algumas práticas são protegidas por órgãos de classe ou por certificações.
  • Pense em ter um seguro de responsabilidade profissional.
  • Pergunte qual o melhor regime para a sua empresa. Simples, empreendedor Individual etc.

Elabore um plano de negócios

Se você solicitar um empréstimo para iniciar seu negócio, provavelmente precisará fornecer um plano de negócios detalhado.

Mesmo que você esteja financiando tudo do próprio bolso, um plano de negócios pode ajudá-lo a ter sucesso o mais cedo possível.

O plano ideal é um documento em evolução que muda à medida que você aprende e faz mais. Existem modelos específicos que fornecem flexibilidade e evitam que você esqueça de modificar seu plano à medida que o seu negócio evolui.

Um deles é o Lean Canvas.

Independente do modelo que escolher, algumas coisas a serem incluídas no seu plano são:

  • Quanto dinheiro você precisa ganhar a cada ano para continuar praticando.
  • Quais as suas metas financeiras?
  • Qual o seu plano de marketing?
  • Quais as suas metas para os primeiros meses, primeiro ano e primeiros 5 anos?
  • Pediu um empréstimo? Qual o plano de reembolso?
  • Como você encontrará novos pacientes?
  • Onde você vai instalar seu consultório?
  • Quais os custos com aluguel, tecnologia (site, internet, telefone…), atendimento etc.?
  • Seu local de trabalho oferece segurança ao paciente? E para você tambérm?

Contratando uma equipe

Se você tiver como, pode delegar atividades administrativas e comerciais a uma outra pessoa.

Geralmente, essa pessoa será uma secretária ou recepcionista, que será responsável por gerenciar tarefas como cobranças, marcações de consultas, confirmações, pagamentos etc.

Ao pensar em pedir ajuda, pense:

  • Como posso recrutar uma nova pessoa?
  • Como estabelecer uma relação de confiança com um funcionário?
  • Quais os impostos que se aplicam quando um funcionário é contratado?
  • Qual o salário mínimo permitido para a categoria que estou contratando?
  • Existem exigências sindicais próprias na minha região?

Verifique se vale a pena se associar a um convênio médico

Alguns convênios já reembolsam terapias complementares. Verifique se vale a pena trabalhar com convênios.

Apesar do valor recebido pela consulta ser menor, existem certas garantias como o recebimento do pagamento direto pela seguradora.

As seguradoras possuem livretos que indicam profissionais associados. Você também pode ser listado, melhorar seu SEO e receber mais clientes do que receberia se trabalhasse sozinho.

Invista em networking

Conheça e mantenha boas relações com outros terapeutas holísticos e com a comunidade médica.

Boa parte dos médicos já tem uma mentalidade mais aberta em relação às terapias complementares e podem indicar pacientes que precisam de cuidados paliativos.

Outros terapeutas podem oferecer dicas para administrar um consultório, encaminhar clientes para você e servir como caixa de ressonância quando precisar de conselhos.

Você também deve fazer o mesmo pelos seus colegas de profissão:  a troca deve ser recíproca para dar certo.

Construa sua reputação

Já falamos um pouco sobre esse assunto no tópico “Marketing online para Terapeutas Complementares“.

Tenha um site, produza conteúdo de qualidade, como vídeos, textos e podcasts.

Muitos clientes encontram um terapeuta pesquisando online. Outros buscam respostas para problemas fazendo perguntas e  escolhem o terapeuta quando encontram alguém que oferece uma resposta de qualidade.

  • Escreva postagens em blogs e exiba seu conhecimento.
  • Participe de seminários profissionais onde você pode interagir com outros terapeutas.
  • Responda às perguntas de possíveis pacientes em fóruns online.
  • Ofereça atendimento de qualidade.
  • Crie perfis em redes sociais.
  • Invista em anúncios no Google ou nas redes sociais.
  • Mantenha seu perfil no Essencialia atualizado.
  • Faça cartões de visita com qualidade e aparência profissional.

Perder uma novidade? Nunca mais. Veja como:

📧 Gostou dessa informação? Inscreva-se em nossa newsletter, clicando aqui!

📢 Visite o fórum de perfumes Essencialia para falar sobre essa notícia!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *